28 de fevereiro de 2014

Spektro Voltou !!!

Spektro edição nº01  março de 2014. Os bons tempos do terror nacional estão voltando...
Spektro nova fase,  publicado pela Editora Cultura e Quadrinhos, traz novamente ao publico de quadrinhos de terror, toda a magia dos anos 80 em uma revista que marcou a época.

Spektro foi um marco no quadrinho nacional revelando grandes nomes e trazendo para o publico grandes mestres, entre eles, Julio Shimamoto, Elmano, Os irmãos Portela, Flávio Colin, Ataíde e Kussumoto, Antonio Manoel, Vilachã, Nico Rosso entre tantos outros, nacionais e internacionais. O grande editor Ota Assunção responsável pela Spektro foi nacionalizando cada vez mais a revista, até chegar a ser quase 100% nacional.  Nossa proposta para nova Spektro é ser 100% nacional, dando espaço para novos talentos e trazendo os consagrados nomes que desfilaram na Spektro nos anos 70 e 80.

Nesta nova edição trazemos 86 páginas com terror e ficção.8 HQs, 1 matéria sobre os quadrinhos de terror brasileiros na atualidade, a seção humor negro com o Ota.

Nesta edição 01 também faremos um sorteio de dez pôsteres de terror desenhado por Irapuan Luiz, um veterano do quadrinho nacional com HQ publicada até na revista Hevy Metal americana,  isso será feito através de um cupom que ira dentro da revista. 

Spektro será vendida em parceria com comics shops de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul entre outros estados. Mas para garantir a sua, você pode pedir diretamente para nós pelo email: 

editoraculturaequadrinhos@gmail.com

Spektro está sendo vendido a R$15,00 o preço de capa.

1 de fevereiro de 2014

Mulher Maravilha - Hiketeia

Em Mulher-Maravilha: Hiketeia, seguindo a tradição de um ritual há muito esquecido, a princesa Diana de Themyscira, conhecida no mundo inteiro como a Mulher-Maravilha, é procurada por Danielle Welly... uma jovem com um trágico passado em busca de asilo. Comprometida pelo voto da Hiketeia - antigo ritual grego que vincula um suplicante a seu mestre em uma relação de respeito mútuo e proteção -, Diana precisa defender a garota a qualquer custo. Enquanto isso, em Gotham City, o Cavaleiro das Trevas também está comprometido com uma missão... a de levar a mesma Danielle à Justiça por crimes cometidos! A edição tem roteiro de Greg Rucka , lápis de J.G. Jones , arte-final de Wade von Grawbadger e cores de Dave Stewart . 

Novos Vingadores - Vol 1


Uma rebelião em larga escala na Ilha Ryker, uma prisão para super-criminosos, coloca Nova York em perigo. Mas, sem os Vingadores, quem salvará a cidade ? 
Após Vingadores: A Queda, o escritor Brian Michael Bendis teve a oportuniade perfeita para montar seu time dos sonhos de Heróis Marvel. Assim nasceu uma nova equipe comandada pelo Capitão América e com a presença de Wolverine, Homem-Aranha, Luke Cage, Homem de Ferro, Sentinela e Mulher-Aranha (Jessica Drew).


Download 01-14   (099 MB)
Download 15-25   (104 MB)
Download 26-35   (096 MB)
Download 36-43   (103 MB)
Download 44-50   (104 MB)
Download 51-57   (097 MB)
Download 58-64   (197 MB)

Mangaverso Marvel


Marvel Mangaverso foi uma publicação mensal de histórias em quadrinhos, originalmente publicadas pela editora estadunidense Marvel Comics, criada pelo quadrinista Ben Dunn, distribuídas no Brasil pela Editora Panini. A série era focada na publicação da linha Mangaverso da Marvel, que buscava apresentar uma versão mangá dos tradicionais personagens da editora

DOWNLOAD 01-07  (95 MB)            DOWNLOAD 08-13  (80 MB)

Persépolis

Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico, numa sala de aula só de meninas.

Nascida numa família moderna e politizada, em 1979 ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita - apenas mais um capítulo nos muitos séculos de opressão do povo persa.

Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política à flor da pele da adulta em que se transformou, Marjane emocionou leitores de todo o mundo com essa autobiografia em quadrinhos, que só na França vendeu mais de 400 mil exemplares.

Em Persépolis, o pop encontra o épico, o oriente toca o ocidente, o humor se infiltra no drama - e o Irã parece muito mais próximo do que poderíamos suspeitar.



Os Leões de Bagdá

O escritor Brian K. Vaughan, durante um painel de divulgação da graphic novel em uma convenção nos EUA, tentou definir OS LEÕES DE BAGDÁ em apenas uma única frase: “É a Guerra do Iraque sob o ponto de vista dos animais”. Os bichos falantes que protagonizam este especial, no entanto, servem somente para dar forma às muitas perguntas que o próprio Vaughan tinha sobre a ocupação norte-americana no Iraque. Tentando evitar respostas prontas que pudessem ser enfiadas goela abaixo do leitor, ele encontrou a narrativa ideal em 2003, ao ler a notícia a respeito de quatro leões que fugiram do zoológico de Bagdá após um dos primeiros bombardeios dos aviões ianques. Aqueles enormes felinos, perdidos e confusos, famintos mas finalmente livres, seriam seus protagonistas.

OS LEÕES DE BAGDÁ é uma parábola, uma bela fábula na melhor tradição de Esopo – mas que, apesar do visual do jovem filhote Ali, não pode em nada ser confundida com O Rei Leão ou demais produções da Disney. Nesta obra, a inspiração mais clara do roteirista é mesmo o clássico A Revolução dos Bichos, de George Orwell. Quando um pássaro anuncia que o céu está caindo, Ali e seus companheiros Zill, Safa e Noor descobrem os caças F-18 singrando os céus da cidade. Os tratadores do zoológico parecem estar misteriosamente abandonando o local, e deixam na cova dos leões uma última e farta refeição. Logo depois, uma bomba explode violentamente, abrindo passagem para o mundo exterior.

Para onde eles devem ir? Do que vão se alimentar a partir de agora? Que preço terão que pagar pela oportunidade de rugir livremente sem estar por trás das grades? Questionando a verdadeira natureza da liberdade, eles cruzam o caminho de diversos outros animais e trocam experiências sobre a guerra – como no caso de uma tartaruga que sobreviveu às primeiras batalhas no Golfo e que revela um estranho óleo vindo das profundezas da Terra, se espalhando pelo ar e pelo mar enquanto os humanos combatem entre si. Em breve, este bando de reis da selva descobrirá que a cidade deserta é, na verdade, uma realidade muito mais turbulenta e caótica do que as savanas das quais eles se recordam em seus gloriosos tempos de caçada.


Shanna

Inspirada em Sheena, a Rainha das Selvas (de Will Eisner), Shanna O'Hara (que casou e adotou o sobrenome Plunder), é mais conhecida por ser a companheira de Kazar, desfilou pelas selvas pela primeira vez em Shanna, the She Devil # 1, de 1973.

A primeira aventura tinha roteiro de Carole Seuling e Steve Gerber e arte de George Tuska. Seu título afundou depois de apenas cinco edições e suas histórias continuaram nas revistas Kazar, Demolidor e Hulk.

Em 2005, o sul-coreano Frank Cho escreveu e desenhou a minissérie Shanna: The She-Devil. A origem da personagem foi modificada, e algumas páginas da história foram redesenhadas em função de cenas de nudismo. O autor é famoso pela série Liberty Meadows e por suas mulheres sensuais.

Shanna - A Mulher Demônio - DOWNLOAD

Shanna - Survival - DOWNLOAD


Justiceiro - Vol 3


Frank Castle, o Justiceiro, o anti-herói mais preferido do pessoal está de volta nessa série em 12 edições. O personagem estava de molho na Marvel há algum tempo, pois teve histórias para lá de estranhas depois da morte do personagem e tentaram trazer ele como um renegado do céu. Não deu muito certo e a Marvel contratou Garth Ennis, o criador da fabulosa série Preacher e junto veio o desenhista Steve Dillon que também já trabalhou com Ennis em Preacher e Hellblazer.
Esse arco traz a volta do bom e velho Frank Castle, mais perigoso, mais mortal e com mortes pra lá de interessantes.

DOWNLOAD       

Volta ao Brooklyn

Paul Saeta resolve denunciar a máfia - da qual ele mesmo é parte fundamental - à polícia de Nova York. Mas qual seus motivos? Ninguém sabe ainda, mas o que sabem é que isso vai causar alguma coisa grande. Mas Paul muda de idéia quando resolve voltar ao Brooklyn apenas para pegar sua mulher e filho. É aí que as coisas pioram! Roteiro de Garth Ennis com Jimmy Palmiotti e excepcional arte de Mihailo Vukellic.